Publicidade infantil não leva uma criança a ser um adulto consumista

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

A auxiliar de produção Andrea Alves diz estar acostumada com a publicidade na televisão. Ela afirma que cresceu diante de anúncios veiculados pela TV e nem por isso se tornou uma consumista. Andrea garante que é contra a proibição da propaganda voltada para crianças porque, segundo ela, a publicidade não esta somente na televisão, está em todo lugar. Ela afirma que não considera justo privar as crianças de ter acesso a essa informação.

Veja ainda como a  publicidade pode ser um momento fabuloso para educar, segundo o psiquiatra Içami Tiba


 

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Comentários (2)

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.


  • Thaís Fagundes Lemberck comentou em 18 de abril de 2012

    Na minha opinião as crianças vêem a propaganda de algum brinquedo do personagem que gostam e vão pedir para os seus pais comprarem.Na maioria das vezes eles não sossegam até ganharem o tal brinquedo que viram na propaganda.

  • Roberta Appel comentou em 19 de abril de 2012

    Uma criança que vê propagandas de brinquedos vai pedir aos pais para comprar, mas não necessariamente vai ganhar, e se ganhar isso não vai torná-la um adulto consumista, isso depende da educação dada pelos pais, acho que proibir não é necessário. A proibição da propaganda não vai mudar o fato dela ver os brinquedos e querer, não é só pela TV que ela terá acesso a isso.