Publicidade garante independência do jornalismo, diz CEO da Leo Burnett

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Além do debate sobre a publicidade infantil, o presidente da agência Leo Burnett no Brasil, Paulo Giovanni, propõe a discussão também sobre os produtos feitos para as crianças. Para ele, esse debate não pode levar a uma proibição da propaganda infantil ou qualquer outro tipo de censura à publicidade porque, na sua opinião, seria uma censura também ao jornalismo, por exemplo, uma vez que tanto jornais grandes como pequenos dependem da publicidade para poder fazer a fiscalização dos governos de forma independente.

Veja também o depoimento do presidente da Abap, Luiz Lara, que iniciou esse debate sobre a publicidade infantil.

 

 

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.