Publicidade faz parte da nossa cultura, diz especialista em transtornos afetivos

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

A publicidade infantil está inserida no avanço tecnológico da sociedade e não podemos privar nossas crianças de estarem ligadas a isso, afirma psicóloga especialista em transtornos afetivos da Unifesp Nina Costa. Para ela, a maneira mais correta de conseguir conciliar a educação das crianças com a publicidade infantil é valendo-se de conversas abertas e de orientação sobre o consumismo. Segundo a especialista, os pais precisam mostrar para as crianças que se deve falar sobre o que se vê na publicidade infantil, que esse tema deve ser discutido. O objetivo é identificar o que deve ser absorvido e o que deve ser descartado da quela informação que chega, seja pela mídia que for.

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.