Propagandas infantis podem ser educativas, diz bancário

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Os publicitários devem tomar cuidado na hora de produzir uma propaganda infantil porque podem estar influenciando na educação das crianças. É o que pensa o bancário Guilherme Renda Neto, que considera as propaganda educativas e não podem ser proibidas. Segundo ele, o policiamento sobre o conteúdo que as crianças assistem na televisão deve ser feito pelos pais para que essa influência seja direcionada para o lado bom.

Veja o depoimento do bancário e conheça também a opinião do músico Paulo Tatit, do Palavra Cantada

Meu nome é Guilherme e eu sou a favor sim dessa publicidade, não vejo nada de mais. Acho até que dependendo de algumas coisas, alguns produtos, ela é até educativa. Acho que não precisaria acabar não, só que tem que ter um pouco de cuidado em algumas coisas que podem influenciar de repente até na educação da criança. Mas eu acho que com o acompanhamento dos pais isso aí pode ter um policiamento de forma que não seja voltada pra um lado ruim e sim pra um lado bom.”

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.