Proibir a publicidade infantil fere a Constituição do Brasil, diz advogada

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

A advogada Fátima Regina Feitosa diz que a educação vem de berço e são os pais que devem determinar as proibições ao que o filho pode assistir ou não. Segundo ela, quando se fala em probibir a publicidade ou outras formas de comunicação está se ferindo a Constituição brasileira no que se refere à liberdade de expressão. Fátima diz ainda que o governo não pode impor como as pessoas devem educar seus filhos dentro de suas casas.

Veja também: Publicidade é um momento fabuloso para educar, diz Içami Tiba


Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.