Proibição da publicidade infantil causaria mais danos que benefícios

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

A restrição da propaganda voltada para as crianças não vai reduzir o consumo, diz a presidente do Instituto Palavra Aberta , Patrícia Blanco. Ela defende que toda comunicação com o público infantil deve ser feita com extrema responsabilidade, levando-se em conta que se trata de um público que ainda não está totalmente formado em sua capacidade de discernimento”. No entanto, a ativista pela liberdade de expressão diz que uma proibição iria tirar o direito de as crianças obterem informações e elas mesmas exercerem seu direito à comunicação. “A proibição faz com que a criança fique isolada do mundo em que a gente vive, então não acredito e não acho necessário que aja essa proibição total, além do mais o nosso mercado hoje já segue regras bastante rígidas em relação à publicidade.” Segundo ela, no Brasil já temos o Conar que já segue regras bastante rígidas para regular a publicidade. Veja seu depoimento na íntegra e comente.

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.