Pais devem exigir a publicidade responsável, diz professora da ESPM

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

A pesquisadora da ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) Isabel Orofino explica que proibição da publicidade infantil parte de uma concepção equivocada de como a criança trabalha com isso e não dimensiona os prejuízos que poderá causar para toda a produção cultural voltada para o público infantil. O melhor caminho, segundo ela, é os pais ensinarem seus filhos a conviver com esse mercado e também a exigir que o conteúdo veiculado pela publicidade seja responsável em relação aos padrões que se deseja.

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.