Cabe aos pais orientar sobre a propaganda infantil, diz dentista

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Para a dentista Rita Taschetto, as propagandas infantis até poderiam ajudar as crianças a ter mais consciência em relação à natureza ou respeito ao próximo. No entanto, ela diz que essa função cabe aos pais. Também é a família, segundo ela, que deve decidir o que as crianças podem ou não assistir na televisão. A dentista é contra simplesmente se proibir a publicidade infantil.  Veja o depoimento e assista também o que pais e mães dizem sobre a propaganda voltada para a criança:

“Meu nome é Paula e eu acho que as propagandas infantis poderiam, se possível, ajudar as crianças  a terem mais consciência, a serem seres humanos mais conscientes em relação a cuidar da natureza, respeito ao próximo. Mas eu acho que essa questão de que a propaganda infantil faz mal ou não, isso é papel do pai controlar o que a criança assiste em casa, saber explicar pra ela o que está certo e o que está errado, e não simplesmente proibir. É papel do pai participar da vida do filho, conversar com ele, saber o que está havendo, o que acontece no mundo, e não papel da escola ou da propaganda. A propaganda pode ajudar ou atrapalhar se for uma propaganda ruim, mas eu acho que é função dos pais ter esse controle e orientar os filhos pra que eles sejam pessoas melhores.”

 

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.