Brasil é um dos poucos países que restringe o merchandising nos programas infantis

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Desde o início de 2013 o merchandising voltado para o público infantil passou a ser reprovado pelo Código Brasileiro de Autorregulamentação Publicitária. Esse tipo de restrição de propaganda para crianças só tem paralelo em uma lei do Reino Unido e no código de autorregulamentação da Austrália.

Este é um dos principais pontos que colocam o Brasil entre os países que têm as regras mais rígidas para a publicidade infantil. Com a proibição do merchandising, segundo o estudo comparativo de leis sobre a propaganda para crianças no mundo divulgado pela ABA (Associação Brasileira de Anunciantes) e pelo Conar (Conselho Nacional de Autorregulamentação Publicitária), o Brasil se iguala em rigidez de regras ao Reino Unido e se posiciona acima do que se pratica nos Estados Unidos e União Europeia.

Saiba mais sobre o que pode e o que não pode na propaganda para o público infantil baixando a Cartilha Publicidade e as Crianças.

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.