A ABAP E A PUBLICIDADE INFANTIL

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

A Abap (Associação Brasileira das Agências de Publicidade) dá início à campanha Somos Todos Responsáveis, um trabalho que visa expandir a discussão sobre os limites da publicidade infantil. O nome SOMOS TODOS RESPONSÁVEIS foi escolhido para lembrar que todos têm a responsabilidade de ajudar e orientar as crianças a fazer melhores escolhas. Nenhum grupo pode se dizer dono dessa causa.

Nas próximas semanas será apresentada uma série de depoimentos de pais e mães e outras pessoas envolvidas no assunto para mostrar argumentos e pontos de vista diversos sobre a publicidade e as crianças. (Saiba mais sobre a campanha). Este mesmo tema está sendo discutido em vários países neste momento e no Brasil, até há pouco tempo, estava restrito a grupos radicais, defensores da proibição sumária da propaganda para crianças. “O bem estar de nossas crianças não pode ser usado de forma simplista, como bandeira de um grupo, ou com oportunismo. Cuidar das crianças é uma responsabilidade de todos nós “, diz Luiz Lara, presidente da Abap (Confira seu depoimento). Segundo Lara, a missão da campanha é reunir argumentos e informações confiáveis e desapaixonadas para estimular e embasar a reflexão sobre o tema da forma mais ampla possível.

Sabe-se que vários países já perceberam que, em um mundo onde a mídia está em rápida transformação, o melhor a fazer é orientar e educar as crianças a lidarem com a realidade. Lara também lembra que a publicidade brasileira tem um forte compromisso com o diálogo. “A Abap está sempre aberta ao debate com a sociedade brasileira. Somos todos responsáveis pela evolução do conteúdo da nossa publicidade."  A Abap defende o respeito à legislação brasileira e entende que o arcabouço jurídico existente - a Constituição do Brasil, o Código de Defesa do Consumidor e o Conar (Conselho de Autorregulamentação Publicitária) - é suficiente para a proteção dos nossos cidadãos.

Cumpre destacar o papel do Conar, formado por pessoas da sociedade civil que, ao longo dos últimos 31 anos, julgou mais de 7200 campanhas publicitarias, muitas delas suspensas por não respeitarem o Código de Ética.
Este Código de Ética tem seu conteúdo e suas normas permanentemente atualizados, atendendo ás demandas cidadãs da sociedade.

A Abap está presente em todo o Brasil com as sedes regionais representando 250 agencias associadas que cuidam de 80% do investimento publicitário de 4000 clientes (Saiba mais sobre a Abap).

 

Share to Facebook Share to Twitter Share to Email

Nenhum Comentário

Você deve efetuar o login para deixar um comentário.